quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau 

Exercícios de Revisão 

Revisão/Ex 5: resolução

Os experimentos permitem concluir que as esferas A e B estão eletrizadas com cargas de sinais contrários (pois se atraem no experimento 3) e que a esfera C está neutra, sendo atraída por indução pela esfera A (experimento 1) e pela esfera B (experimento 2). Portanto, das três hipóteses formuladas, a correta é a hipótese III.

Resposta: III

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau 

Exercícios de Revisão 

Revisão/Ex 4: resolução

O procedimento descrito pode ser esquematizado como segue:


Situação final: QA < 0; QB > 0 e QC > 0 

Resposta: a

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau    

Exercícios de Revisão 

Revisão/Ex 3: resolução

O conjunto constituído pelas esferas condutoras sofre indução eletrostática. A região da esfera próxima da barra se eletriza negativamente e a região da esfera mais afastada da barra se eletriza positivamente. Afastando-se ligeiramente as esferas e afastando-se a barra, as cargas elétricas das esferas se atraem. 

Resposta: a

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau    

Exercícios de Revisão 

Revisão/Ex 2: resolução 

Inicialmente as esferas R e S sofrem indução eletrostática. Toca-se rapidamente o dedo na esfera S e afasta-se a esfera eletrizada negativamente. A esfera R deixa de sofrer indução e permanece neutra.
A esfera S, por sua vez, eletriza-se com carga elétrica de sinal contrário à da esfera isolante. Portanto, S fica positivamente eletrizada.
 

Resposta: d

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau    

Exercícios de Revisão 

Revisão/Ex 1: resolução

Na eletrização por atrito os corpos adquirem cargas elétricas de sinais contrários. Já na eletrização por contato os corpos ficam eletrizados com carga de sinais iguais. Na eletrização por indução o induzido adquire carga de sinal contrário à carga elétrica do indutor.

Resposta: e


Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau 

Exercícios básicos

Exercício 5: resolução

A barra de vidro está eletrizada positivamente. Assim, elétrons existentes no papel são atraídos para o lado mais próximo da barra de vidro, ficando o outro lado com excesso de cargas elétricas positivas. A força de atração entre a barra e o lado negativo do papel é mais intensa do que a força de repulsão entre a barra e o lado positivo do papel. O resultado é a ocorrência de atração.

No papel (isolante) não há elétrons livres, mas ocorre um processo semelhante à indução eletrostática denominado polarização: cada átomo do isolante se deforma passando a se comportar como um sistema constituído de dois pólos, um positivo e outro negativo. No interior do isolante, as cargas elétricas dos dipolos se neutralizam, havendo um excesso de cargas negativas numa face do isolante e na outra  excesso de cargas elétricas positivas.



Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

2ª aula
Processos de eletrização (II)
x
Borges e Nicolau 

Exercícios básicos

Exercício 4: resolução

Se B e C se repelem concluímos que essas esferas estão eletrizadas e com cargas elétricas de mesmo sinais (ambas positivas ou ambas negativas).
 

Como B atrai A, decorre que ou A está neutra ou A está eletrizada com carga elétrica de sinal oposto ao de B.
 

Temos, assim, as possibilidades: 3 e 4.

Resposta: 3 e 4

Clique aqui para voltar ao Blog