quarta-feira, 24 de maio de 2017

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 5: resolução

Sendo o condutor metálico, concluímos que as partículas que constituem a corrente elétrica são os elétrons.

Cálculo do número n de elétrons que constituem a corrente:

i = Δq/Δt => 11,2.
10-6 = n.1,6.10-19/1,0 => n = 7,0.1013 elétrons

Resposta: e 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 4: resolução

i = Δq/Δt => i = n.e/Δt => i = 4.0.1019.1,6.10-19/1,0 => i = 6,4 A

Resposta: b
 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 3: resolução

i = Δq/Δt => i = n.e/Δt => 16 = n.1,6.10-19/1,0 => n = 1,0.1020 elétrons

Resposta: e
 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 2: resolução

i = Δq/Δt => 2 = Δq/5.60 => Δq = 600 C

Resposta: e
 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 1: resolução

Liga-se um terminal da lâmpada (por exemplo, rosca metálica) a um dos polos da pilha e outro (base metálica) ao outro polo. Assim, (1), (3) e (7) são as ligações em que a lâmpada acende.

Resposta: d
 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau
x
Exercício 5: resolução

i =
Δq/Δt => i = n.e/Δt => 1,0 = n.1,6.10-19/1,0 => n = 6,25.1018 elétrons

Resposta:
6,25.1018 elétrons
x
Clique aqui para voltar ao Blog</

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios básicos
 

Exercício 4: resolução

i = Δq/Δt = 36 C/20 s => i = 1,8 A

Resposta: 1,8 A


Clique aqui para voltar ao Blog 

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios básicos
 

Exercício 3: resolução

No sentido convencional a corrente elétrica entra pelo polo negativo do gerador e sai pelo polo positivo. O sentido real dos elétrons é contrário ao sentido convencional. Assim, temos:



Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios básicos
 

Exercício 2: resolução

Um polo do gerador deve ser ligado à rosca metálica e o outro polo à base metálica.

Respostas: a) e d)
 

Clique aqui para voltar ao Blog 

Cursos do Blog - Eletricidade

16ª aula
Corrente elétrica. Intensidade média da corrente elétrica

Borges e Nicolau

Exercícios básicos
 

Exercício 1: resolução

Os elétrons livres são responsáveis pela condução da eletricidade nos metais.

Resposta: a
 

Clique aqui para voltar ao Blog

terça-feira, 23 de maio de 2017

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 5: resolução

O trabalho em um ciclo é dado pela área do triângulo. Lembre que 1L =10-3 m3
τciclo = Aciclo (numericamente) = base x altura/2= (6-2).10-3 x (4-1).105/2
τciclo = 6.102 J
Em 50 ciclos o trabalho total será: τ = 50.6.102 J = 300.102 J
Potência = trabalho/intervalo de tempo = 300.102J/60s = 5.102 W

Resposta: e

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 4: resolução

Como o ciclo é percorrido no sentido horário, o gás realiza trabalho
τciclo = Aciclo (numericamente) => 
τciclo = (6,0.10-6-2,0.10-6).(3,0.105-1,0.105)/2 =>
τciclo = 8,0.10-1 J

Resposta: d
 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 3: resolução

O menor valor do trabalho corresponde à menor área. Isto ocorre na transformação ADB e o trabalho é igual a altura x base = P2 (V2 - V1).

Resposta: b

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 2: resolução

a) pAVA/TA = pCVC/TC => 80.1,0/300 = 20.5,0/TC => TC = 375 K
b) τAB = Área trapézio (numericamente) 

τAB = (base maior+base menor).altura/2 = (80+20).2,0/2 =>  τAB = 100 J

Respostas: a) 375 K  b) 100 J


Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 1: resolução

τABC = τAB + τBC = τAB + 0

Mas τAB é numericamente igual à área do retângulo de lados AB e AV0 
Portanto: τAB = altura x base = 3p0x2V0 = 6p0V0 
Assim, temos: τABC = 6p0V0 

Resposta: b 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios básicos

Exercício 5: resolução

a)
A => B: transformação isobárica
V
A/
TA = VB/TB => 0,1/300 = 0,3/TB => TB = 900 K

B => C: transformação isocórica
 
pB/TB = pC/TC => 6.105/900 = 2.105/TC => TC = 300 K

C => D: transformação isobárica 
VC/TC = VD/TD => 0,3/300 = 0,1/TD => TD = 100 K

b)
Como o ciclo é percorrido no sentido horário, o gás realiza trabalho 

τciclo = Aciclo (numericamente) = (6.105-2.105).(0,3-0,1) 

τciclo = 8.104 J

Respostas:
a) 900 K; 300 K; 100 K
b)
8.104 J; realiza. 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios básicos

Exercício 4: resolução

Na etapa A => B o volume não varia. Logo, τAB = 0
Na etapa B => C a pressão não varia e o trabalho que o gás recebe é dado por:
τBC = p.ΔV = 6.105.(0,1-0,3) => τBC = -1,2.105 J

Respostas: Zero e -1,2.105 J 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios básicos

Exercício 3: resolução

A transformação é isocórica. Assim, o volume não varia e o gás não troca trabalho.

Resposta: τ = 0 (transformação isocórica)


Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios básicos

Exercício 2: resolução

τ = área do trapézio (numericamente) = [(3.105+2.105)/2].(0,3-0,1)
τ = +5.104 J

Resposta: +5.104 J

Clique aqui para voltar ao Blog 

Cursos do Blog - Termologia, Óptica e Ondas

16ª aula
Termodinâmica (I)

Borges e Nicolau

Exercícios básicos

Exercício 1: resolução

a) Volume aumenta: realiza trabalho
b) Volume diminui: recebe trabalho
c) Volume constante: não troca trabalho
d) Ciclo percorrido no sentido anti-horário: recebe trabalho
e) Ciclo percorrido no sentido horário: realiza trabalho

Respostas:
a) realiza; b) recebe; c) não troca; d) recebe; e) realiza.
 

Clique aqui para voltar ao Blog

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Cursos do Blog - Mecânica

16ª aula
Lançamento horizontal

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 5: resolução

a) v0 = 360 km/h = 360/3,6 (m/s) = 100 m/s 
h = g.(tq)2/2 => 500 = 10.(tq)2/2 => tq = 10 s 
D = v0.tq => D = 100.10 => D = 1000m

b)
vy = v0y + g.tq => vy = 0 +10.10 => vy = 100 m/s
v = √[(v0)2 + (vy)2] => v = √[(100)2 + (100)2] => v = 100.2 m/s

Respostas: a) 1000 m   b) 100.
2 m/s 

Clique aqui para voltar ao Blog

Cursos do Blog - Mecânica

16ª aula
Lançamento horizontal

Borges e Nicolau

Exercícios de revisão

Revisão/Ex 4: resolução

Cálculo do tempo de queda do dardo:
h = g.(tq)2/2 => 45 = 10.(tq)2/2 => tq = 3 s

Cálculo da velocidade de lançamento do dardo:
 
D = v0.tq => 60 = v0.3 => v0 = 20 m/s

Resposta: D
 

Clique aqui para voltar ao Blog